Artesãs , adoram pensar e repensar em quais tecidos vão usar, quais cores combinam com aquela peça, qual o melhor projeto para datas comemorativas, qual o acabamento fica melhor, em fim amam fazer peças novas e quando estão prontinhas se deslumbram com o resultado.

 

Mas a maioria quando escuta a palavra VENDER (inclusive quando estão começando), fica meio insegura, tímida e até com medo, em expor e mostrar seu trabalho ao mundo. E isso não se deve a vergonha do trabalho que fez, e sim muitas vezes se deve a falta de destreza e de intimidade com  processo de Vendas,

Em geral Artistas, criativos, artesãos,  se sentem desconfortáveis para vender seu próprio trabalho, exemplos disso vemos quando nos deparamos com histórias como a do pintor Vicent  Van Gogh, diz a lenda que enquanto vivo ele vendeu somente um quadro, e hoje suas obras são milionárias.

Muitas artesãs fazem trabalhos lindos e impecáveis, mas na hora da venda, acabam se atrapalhando um pouco, desvalorizando o trabalho e não tendo os resultados que gostariam.

É importante para  ama Artesanato e quer viver dele,  entender que viver de forma sustentável do que faz, é possível e totalmente viável e para isso conhecer o  Processo de vendas é preciso.

Existem alguns pontos que precisam ser trabalhados no que diz respeito a Vendas de trabalhos artesanais:

 

 1- Valorização do Artesanato pelo próprio Artesão(ã)

tecnicas-de-venda positivo

Não é de hoje que se houve a frase: “Mas não valorizam meu trabalho!”

Dizendo francamente quem não valoriza seu trabalho é Você mesmo(a). Parece cruel dizer isso, mas a pura verdade é que  muitas pessoas querem viver de Artesanato, mas nem elas, mesmas la no íntimo, acreditam que isso seja possível. A mente está condicionada a crenças que limitam a expansão e desenvolvimento do seu próprio valor e de suas Peças.

Crenças como: Artesanato é do tempo da vovó, artesanato não dá dinheiro, não vejo nenhuma artesã rica, eu não consigo vender meu trabalho… São mostras de que a mente está condicionada contra o que se quer fazer e como quer viver.

Duas perguntas para Você.

>> Qual a sua Profissão?

>> Quanto você acha que vale a sua peça?

Se surgiu um dedinho se quer de dúvida quanto a resposta de uma ou das duas perguntas, isso é um sinal de que talvez uma revisão interna deve ser feita para mudar as próprias limitações, temores e paradigmas.

A primeira pessoa que tem que dar  valor ao trabalho é o próprio artesão, e se isso já é feito, já se está a caminhar bem.

 

2- Perder a timidez e partir para o  abraço;

Sabe aquela paixão latente, aquele brilho no olhar, aquele amor incondicional, aquela vontade de gritar para todo mundo ouvir!!!

Isso ai quando estamos fazendo algo que amamos queremos sair correndo e contar para as pessoas que aquilo é lindo e muito bom.

anunciar1

Se você não apresentar seu trabalho as pessoas não vão conhecer certo? E neste momento a timidez tem que desaparecer.

Para quem busca lidar com a timidez, há diversos cursos que podem ajudar, como de oratória, teatro, dança, expressão corporal e claro técnicas de venda.

Uma das dicas para vender sem timidez é estar bem preparada, isso quer dizer conhecer bem o seu produto, saber as características, e no que ele pode ajudar o cliente.

 

3- Estudar técnicas de Venda e Marketing

Como citado á cima é importante estudar, saber como Vender. E como para quase tudo na vida, para vender existe técnica e se estudadas e aplicadas em conjunto com um bom produto faz toda a diferença no Negócio.

Técnicas como Conhecer seu  público Alvo, saber onde este público está, o que gostam. Assim saber o comportamento do cliente para identificar e ir de encontro as necessidades que ele tem. Saber se seu produto realmente vai resolver o problema dele.

Apresentar os benefícios do produto, também é uma técnica muito  explorada e junto a outras tem bom resultado.

 

4- Saiba exatamente o Custo das suas  peças

CUSTOS

Calcular exatamente os custos, ou seja todos os gastos que se teve para confecção do Artesanato é totalmente preciso.( despesas fixas, variáveis, horas trabalhadas, entre outros)

Assim o artesão(ã) na hora de concretizar a venda tem mais segurança não dando tiros no escuro pois sabe todas as margens para fazer uma negociação justa e honesta para si e para o cliente.

Lembre-se:

“Se você pensa que pode, ou se pensa que não pode, de qualquer forma está certo” (Henry Ford)

Você pode ser um Vendedor(a) Incrível! Boas Vendas!

 

 

 

 

 

 

 

 

2 thoughts on “Quem tem Medo de Vender Artesanato ?

  1. Eu mesma tenho vergonha de mostrar o meu artesanato para as pessoas eu faço biscuit , pinto pano de prato, mas fica tudo la em casa .Preciso perder essa vergonha e valorizar mais o que faço, foi bom ter lido essa matéria, eu vou por em pratica !

    1. Oi Simone, mostre sim, confie no seu trabalho e tenha segurança, e pode ter certeza que mais vendas virão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subscribe!